Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro do que acontece no mercado empresarial.

Saiba quem é seu público alvo e como lidar com ele

Saber quem são os clientes e como lidar com eles é uma dúvida que assombra grande parte dos empreendedores, dos mais jovens aos mais experientes.

Como o mercado está cada vez mais disputado e a variedade do público se mistura cada vez mais, o que pode ser feito para lidar com eles da melhor forma? Como usar disso para reinventar o seu negócio?

Saber quem procura pelos seus produtos e serviços, de uma maneira que tem mostrado ótimos resultados, já tem um nome: Mapa de Empatia para Empreendedores.

Entendendo o que é um Mapa de Empatia para Empreendedores

A intenção desse Mapa de Empatia é entender o máximo sobre o tipo de cliente que se interessa pela sua marca.

Com ele é possível entender mais sobre os gostos, o que procuram, pensam e fazem, permitindo que você aja para alcançar as expectativas de todos e aumentar o seu potencial de crescimento no mercado.

A ideia é simples: conhecer de verdade quem é o seu público, o que desperta o interesse deles e quais suas aspirações — em um viés pessoal, profissional e como compradores! Quando mais conhecê-los, mais fácil desenvolver bons relacionamentos com eles.

Na prática, empreendedores podem fazer um mapa visual com perguntas, respostas e especificidades de interesse em cada produto, o que torna a interpretação e o uso de informações muito mais ágil e prática.

Montando um Mapa da melhor forma

Um Mapa de Empatia para Empreendedores possui uma pauta que deve ser seguida para alcançar os melhores resultados para análise.

Como o propósito dele é conhecer os interessados, uma série de perguntas chaves podem te auxiliar, mas antes é importante fazer um passo importante: definir uma persona — que nada mais é que um cliente típico, com as principais características.

Assim, fica mais fácil encontrar as respostas para as perguntas que norteiam o mapa — e que mostraremos agora:

O que vê?

Tente definir o que essa persona vê de acordo com o meio em que vive, amigos que convivem e outras influências externas.

Por exemplo, se ela está em um grupo de compradores mais modernos, provavelmente utiliza a internet cada vez mais no seu dia a dia, então investir em tecnologia para atraí-la pode ser uma boa escolha.

Alguns pontos podem te ajudar a responder esse tópico:

  • Como é o mundo em que ele vive?
  • O que as pessoas de seu meio fazem?
  • Como são os amigos?
  • Quais as tendências do seu cotidiano?

Repare que esse mapa induz que empreendedores busquem saber mais sobre os clientes, o que gera benefício para ambos os lados: clientes mais satisfeitos e negócios capazes de gerar mais benefícios, sejam financeiros ou sociais.

O que ouve?

Entre os traços de personalidade mais importantes, saber ouvir é um dos que se destaca. E, se isso aplica-se à empreendedores de sucesso, por que não funcionaria à potenciais compradores do seu produto?

A ideia é saber o que — e quem — eles ouvem, como isso os influencia e como tirar proveito dessa relação da melhor maneira. Assim, perguntas simples podem te ajudar:

  • Quem são suas principais influências?
  • O que pessoas importantes em suas vidas dizem?
  • Que atitudes tem suas marcas favoritas?
  • Quem são suas referências e ídolos?

Dessa forma, você pode otimizar sua postura de mercado e promover ações que atraiam mais pessoas dentro desse ramo de interessados.

O que fala e faz?

Essa pergunta está ligada à anterior, pois tudo que um cliente ouve e toma como referência, pode influenciar no que ele faz.

O ideal é entender como ele costuma agir, como é sua rotina e o que mais o agrada. Assim, você entenderá como ele se porta quando tem interesse em algum produto ou serviço e o que pode instigá-lo.

As dicas mais comuns para definir o que o cliente sente nessa parte do Mapa de Empatia para Empreendedores são:

  • O que é comum de ele fazer?
  • Quais seus hobbies?
  • Do que ele gosta de falar?

Note que o desafio como empreendedor é se aproximar das pessoas e desenvolver a real empatia por aqueles que vão fazer parte da sua empreitada no mundo empresarial.

O que ele pensa e sente?

Essa é uma pergunta delicada — e que pode te ajudar muito a definir postura de atração, abordagem e manutenção de relacionamento.

O ideal é entender como eles se sentem em relação à vida, o que os influencia e os instiga a procurar por mais, bem como limitadores. Assim, você pode desenvolver ações que toquem o interesse, além de evitar lidar com influências negativas que podem afastá-los.

Entre os parâmetros para alcançar as respostas, podemos citar:

  • Quais ideias importantes que ele tem medo de falar?
  • Quais as maiores preocupações ultimamente? Por que?
  • Quão distantes estão de seus sonhos?

Quais as dores?

Quase no final do Mapa de Empatia para Empreendedores, essa é uma pergunta delicada e que requer atenção para responder. Aqui, você deve procurar entender sobre os medos dos seus clientes, o que tem segurado os sonhos e os porquês disso:

  • De que eles têm medo?
  • Quais as maiores frustrações?
  • O que eles gostariam de mudar em suas vidas?

Dessa forma, você pode encontrar a raiz dos problemas para responder a última pergunta do mapa!

Quais as necessidades?

Quais as reais necessidades do seu público depois de você definir o que eles veem, ouvem, fazem, falam, pensam e sentem. Essa é a fase final que te ajudará a traçar soluções palpáveis que seu negócio oferecerá para eles.

Por isso, o norteador principal é único: o que você pode fazer para ajudá-los?

Note que a intenção não é manter um contato de vendedor e comprador, mas estreitar as relações, enxergando neles pessoas ao invés de fontes de dinheiro.

O segredo do empreendedorismo é esse: identificar problemas para gerar oportunidades, então não se esqueça de buscar a realização profissional oferecendo soluções socialmente boas!

Extraindo benefícios

Como dissemos, esse mapa pode ajudar — e muito — no desenvolvimento de soluções para o seu negócio. É possível conhecer mais o seu público e desenvolver produtos que realmente supram suas necessidades.

Assim, você pode vencer esse desafio de empreender de maneira inteligente e usando como aliados os principais interessados no seu serviço!

virtuaofficeSaiba quem é seu público alvo e como lidar com ele

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *